COLUNA DESTAQUE

Saúde alerta para doenças adquiridas nas praias durante o verão

Médico infectologista Marco Aurélio (Foto: Ascom/SES)

As praias são muito procuradas pela população durante as férias de verão. Para aproveitá-las de forma saudável, é necessário observar alguns cuidados, inclusive, como a alimentação e a hidratação constante. Com a exposição excessiva ao sol, é muito comum doenças como a insolação e a desidratação, além de afogamentos e queimaduras causadas por algas marinhas. O ambiente de praia também é favorável para a ocorrência de doenças transmissíveis: micoses, verminoses, infecções gastrointestinais e conjuntivite.   
De acordo com o médico infectologista da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Marco Aurélio Góes, os principais sintomas das micoses são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele com coceira. Outra doença de pele é a Larva migrans cutanea, mais conhecida como Bicho Geográfico. Ela é causada pela penetração de larvas de vermes presentes na areia da praia eliminadas nas fezes de cachorros e gatos. As larvas infectantes deixam marcas parecidas com um mapa geográfico na pele do homem devido a sua movimentação. Elas avançam entre um e dois centímetros na pele", explicou. 
Para cada uma das doenças existe um tratamento específico e é feito por meio de cremes associados com medicamentos orais. As infecções gastrointestinais são tratadas com hidratação e medicamentos. "As doenças de pele não constituem urgência. A pessoa deve procurar as Unidades Básicas de Saúde ou os consultórios médicos. Os quadros de queimadura e desidratação devem ser avaliados em unidades de pronto atendimento, principalmente quando a doença acomete crianças menores de um ano e idosos”, informou Marco Aurélio. 

Cuidados

Para prevenir as doenças ou diminuir os riscos de contraí-las, é necessário que cuidados básicos sejam tomados. Entre eles, observar os aspectos, conservação e transporte dos alimentos consumidos em praias, não frequentar praias sinalizadas como impróprias para banho, evitar levar animais para as praias, manter o corpo e os pé secos, lavar as roupas de banho após o uso, usar chinelos de borracha para não manter o pé úmido, evitar coçar os olhos, caso necessário, lavar as mãos, ingerir bastante água, evitar exposição excessiva ao sol e tomar cuidado com os afogamentos.


Por Agência Sergipe de Notícias / ASN

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Tecnologia do Blogger.