Maruim é o quinto município com maior número de demissões em Sergipe

De acordo com dados coletados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministro do Trabalho e Previdência (MTP), e divulgados pelo Observatório de Sergipe, Maruim está entre os cinco municípios sergipanos com o número elevado de demissões. Capela foi o município que apresentou o maior número de demissões no estado, segundo avaliação referente ao mês de fevereiro deste ano. A capital sergipana, Aracaju, liderou a abertura de postos de trabalho. O estado de Sergipe apresentou saldo positivo com a abertura de 1.819 empregos com carteira assinada. No Brasil, 328.507 vagas foram geradas no mesmo período.

As demissões no cultivo da cana-de-açúcar contribuíram para a liderança negativa do município de Capela no quadro estadual. Foram 403 das 438 vagas fechadas no município do Leste Sergipano. O número elevado de demissões está bem distante das 61 vagas fechadas em Itabaianinha, que vem na segunda colocação do quadro de postos de trabalho. Destas, 52 vagas foram fechadas na construção de edifícios no município do Sul Sergipano. Em Nossa Senhora das Dores, 44 vagas foram fechadas na fabricação de álcool. Carmópolis teve 26 vagas fechadas, sendo 24 na atividade de consultoria em gestão empresarial. Em Maruim, 25 vagas foram fechadas, sendo 12 vagas na fabricação de tecidos de malha. Em todo o estado, o cultivo da cana-de-açúcar perdeu 411 vagas. O comércio varejista teve 183 vagas fechadas e a fabricação de álcool apresentou o fechamento de 111 vagas.

Em relação ao quadro positivo, que reporta as vagas geradas em fevereiro, Aracaju liderou a abertura de 1.434 vagas, sendo 489 vagas criadas nos serviços para edifícios e atividades paisagísticas; Simão Dias gerou 119 vagas, sendo que 110 foram criadas na fabricação de calçados; Nossa Senhora do Socorro criou 116 vagas com 33 vagas abertas na área da educação infantil e no ensino fundamental; São Cristóvão criou 116 vagas com 52 vagas na locação de mão-de-obra e Laranjeiras teve 98 vagas criadas, sendo 24 na fabricação de açúcar em bruto.

Segundo os dados divulgados no Radar do Emprego, do Observatório de Sergipe, nos últimos 12 meses foram gerados 13.704 postos de trabalho.

Por Redação com informações do Sergipe Press

Foto: Codise


Reactions

Postar um comentário

0 Comentários