(Foto: Ascom/Prefeitura de Maruim)
Durante todo o dia desta quinta-feira, 2, aconteceu a VI Conferência Municipal de Saúde, no Clube João Gonçalves Santos, em Maruim (SE). Com o tema ‘Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas. Direito do maruinense’, 220 pessoas participaram do debate.
A Conferência, presidida pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) e coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento, de acordo com o Decreto Municipal nº 109/2015, foi fundamentada na Lei Federal nº 8.142/90, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Na abertura, crianças do projeto ‘Músicos do Futuro’, da Associação Senhor dos Passos, apresentaram recital que encantou o público. Em seguida, foi realizada a leitura do regimento para análise e aprovação dos conferencistas.
O diretor de sistemas da Secretaria Estadual de Saúde, Hélio Farias Menezes, parabenizou a organização da conferência e ressaltou a importância da ferramenta. “Representando o secretário de Estado da Saúde, José Sobral, ratifico suas palavras sobre a importância da conferência como instrumento de debate para apresentação das propostas que influenciarão no dia a dia do cidadão”, afirmou.
O secretário municipal de Saúde e Saneamento, José Souza, falou dos investimentos do governo municipal em parceira com Ministério da Saúde. “A partir de convênios com a União conseguimos recursos para a construção de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS) e a construção da Academia da Saúde. Vale ressaltar que conseguimos finalizar a obra da clínica da saúde da família do povoado Pau Ferro junto ao Governo do Estado”, pontuou.
“A partir das propostas apresentadas na conferência podemos direcionar um melhor atendimento para determinada localidade. Não fugimos da nossa responsabilidade, por isso, nos esforçamos para manter plantão médico e a farmácia abastecida com remédios”, garantiu Souza.
Após o almoço, os conferencistas assistiram à apresentação do grupo maruinense de capoeira Filhos da África. Em seguida, quatro grupos foram divididos em sub-eixos temáticos ‘Direito à saúde; garantia de acesso; atenção de qualidade; ciência, tecnologia e inovação do SUS’, ‘Participação social, reformas democráticas e populares do Estado’; ‘Gestão do SUS; modelos de atenção à saúde; informação, educação e política de comunicação do SUS’ e ‘Valorização do trabalhador, financiamento do SUS e relação público-privado’.
Na apresentação das propostas os grupos abordaram a necessidade de aplicar a tecnologia para auxiliar o atendimento; cobraram uma maior participação do CMS; solicitaram a desburocratização no processo licitatório para aquisição de psicotrópicos entre outras reivindicações.
Ao final, os conferencistas escolheram quatro delegados titulares e quatro suplentes, que representarão o município na etapa estadual da conferência. São quatro usuários do SUS, dois trabalhadores da saúde e dois gestores da área social.

A conferência contou também com a participação do vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Eduardo Gomes; da secretária executiva do CES, Iara Sena; do prefeito de Maruim, Jeferson Santana; do vice-prefeito, Murilo Mota; do presidente do CMS, Otoniel Júnior; do secretário municipal de Saúde da Barra dos Coqueiros, Joaci Santos; dos vereadores Antônio Souza, Maria Angélica, Arlinda Vieira e Jackson Andrade; secretários municipais e representantes de associações da sociedade civil organizada.

Por Ascom/Prefeitura de Maruim

0 Comentários