(Foto: Divulgação)
O Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), conforme diretriz do comando geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe e orientação do Comando do Policiamento da Capital (CPMC), expande a área de atuação e passa a realizar o policiamento ostensivo radiomotorizado nas cidades de Laranjeiras, Santo Amaro das Brotas, Maruim e Pirambu.
Com uma ação de presença mais constante e efetiva da Polícia Militar na capital, criminosos têm migrado para cidades do interior. Pensando nisso, e para dar uma resposta imediata a esse fenômeno, desde o mês de Março equipes do BPRp reforçam o policiamento nas cidades de Barra dos Coqueiros, Itaporanga D’Ajuda, São Cristóvão e Nossa Senhora do Socorro. Tal medida visa reduzir os índices de criminalidade, bem como o aumento da sensação de segurança nessas localidades.
A expansão se dá também por causa da última contratação de soldados, feita pelo Governo do Estado. Por conta dela, o comandante geral da PM, coronel Maurício Iunes, conseguiu destacar 80 novos policiais para reforçar o efetivo do Batalhão de Radiopatrulha. O novo cenário possibilita à Unidade atuar numa área ainda maior, com ganho operacional e mais efetividade nas ações, o que deve levar a excelentes resultados no combate ao crime.

Resultados

Com menos de um mês de atuação nessas cidades, o BPRp já efetuou várias prisões por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, recuperou veículos roubados e capturou foragidos da justiça, além de várias outras ações. Recentemente, no dia 19, foi efetuada a prisão de Adriano Ramos, de 19 anos, no Povoado Comandaroba, município de Laranjeiras, por porte ilegal de arma de fogo.
Independente da ampliação da área de atuação, o Batalhão de Radiopatrulha continua atuando de forma consistente no combate ao crime em nossa capital. Nesse final de semana, foram presas e/ou apreendidas duas pessoas por porte ilegal de arma de fogo e mais duas por roubo e invasão de domicílio. Também foram apreendidas três armas de fogo, recuperados dois veículos roubados, vários objetos e documentos.

Por Ascom/PM

0 Comentários