(Fotos: Batista/Prefeitura de Rosário do Catete)
Micro e pequenos empresários e empreendedores individuais de Rosário do Catete têm um bom motivo para comemorar. Na noite dessa última terça feira, 24, o município inaugurou sua Central do Empreendedor “João Diniz de Rezende”. O espaço passa a oferecer ao público capacitações e informações sobre gestão dos negócios, além de orientar no processo de formalização dos empreendedores.
“É uma importante conquista para todos os empresários da região, a proposta é estimular a criação de novas empresas e fortalecer aquelas que já estão no mercado, criando condições favoráveis para que novos empregos sejam gerados”, destaca o superintendente do SEBRAE, Emanoel Sobral.
Além da inauguração da Central, aconteceu a apresentação do Fincar o Pé – Desenvolvimento dos Municípios Petrolíferos de Sergipe, projeto coordenado pelo SEBRAE em parceria com a Petrobrás e Prefeituras. Também foi apresentada a pesquisa para a construção do Diagnóstico de Oportunidades do município e foi realizada uma palestra motivacional sobre o tema Cenário de Oportunidades e Empreendedorismo, ministrada pelo consultor Antonio Neto.
“Uma das ações realizadas pelo Fincar o Pé é a elaboração do diagnóstico, onde é feito um levantamento do número de empreendimentos formais e informais existentes, áreas que atuam, se é comércio, serviços, indústria e agronegócio. É importante saber quem é microempreendedor individual, micro empresa e empresa de pequeno porte. Com base nesses dados é possível traçar uma linha de atuação, com base nas oportunidades identificadas no município”, explica Julia Vasconcelos, gerente do SEBRAE.



Parceria

As Centrais do Empreendedor, também conhecidas como Pontos do Empreendedor, são criadas por meio de uma parceria entre o SEBRAE e as prefeitura locais. No espaço o público pode ter acesso aos cursos, palestras e oficinas desenvolvidos pelo SEBRAE, receber orientações sobre abertura e encerramento de empresas, alteração do contrato social, nota fiscal eletrônica e formalização de microempreendedores individuais.
Todo o atendimento é feito pelos Agentes de Desenvolvimento, profissionais capacitados pelo SEBRAE e posteriormente nomeados pelos gestores municipais que buscam provocar o processo de implementação dos programas e projetos estabelecidos pela Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas.
Em Sergipe já existem 22 municípios com suas Centrais/Pontos do Empreendedor funcionando, sendo oito da região do Baixo São Francisco, nove no Sul Sergipano e cinco municípios petrolíferos. Além do Fincar o Pé, o SEBRAE também estimula essas ações por meio dos Projetos Território da Cidadania do Baixo São Francisco e Sul Sergipano.

Por Agência de Notícias do Sebrae



0 Comentários