Em reunião realizada nesta quinta-feira, 13, na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), autoridades dos Poderes, Executivo e Legislativo, de Maruim solicitaram apoio para combater a criminalidade no município.
Segundo o prefeito de Maruim, Jeferson Santana, tem crescido o número de assaltos na sede municipal. “A população está apreensiva com esta situação. Todos os dias são apresentados relatos da prática de delitos”, afirmou.
O vereador Silvano Correia afirmou que todos os dias a comunidade cobra das autoridades constituídas uma solução. “Aqui falo não somente como representante do Pode Legislativo, mas também como cidadão, que já foi vítima da violência, quando roubaram meu carro”, alertou.
Jackson Andrade, vereador, informou que em março deste ano, as autoridades de Maruim estiveram reunidas com o comandante da 3ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar, capitão Jorge Cirilo, que apresentou algumas ações para enfrentar a violência no município, como a implantação da operação “mosaico”, que deslocou veículos de cidades vizinhas para ajudar nas rondas noturnas.
O secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, ressaltou que o principal problema enfrentado na Segurança Pública é a falta de efetivo. “Em dois meses o governo deve nomear 600 policiais, que serão distribuídos por todo o Estado, inclusive em Maruim”, destacou. Menezes ressaltou, também, a importância da população em colaborar nas investigações ao denunciar pelo número 181. “A ligação é gratuita e o cidadão não precisa se identificar”, concluiu.
Como ações paliativas o secretário João Eloy assegurou a doação de um veículo S10 para auxiliar no trabalho da Guarda Municipal, a intensificação das rondas e a possibilidade de aumento do efetivo.
Participaram da reunião, também, o Coordenador da Polícia Civil do Interior (Copci), delegado Cristiano Barreto, o vice-prefeito de Maruim, Murilo Mota, o Chefe da Guarda Municipal, Valfrides Viana, os vereadores Arlinda Vieira, Maria Angélica, José Souza, Paulo César Santana, Moacir Mota e Clóvis Menezes.

Por Assessoria de Comunicação





0 Comentários