Últimas Notícias
recent

Seed, alunos e professores discutem melhorias para escola em Maruim

(Fotos: Ascom/Seed)
A secretária de Estado da Educação em exercício, professora Hortência Pereira Araújo, atendendo a um pedido do governador Jackson Barreto, esteve na manhã desta quarta-feira, 21, no Colégio Estadual Felipe Tiago Gomes, no município de Maruim. O encontro teve o objetivo de ouvir as demandas e necessidades dos alunos, professores e equipe diretiva da escola, visando resolver os problemas existentes na unidade de ensino.
A secretária primeiramente percorreu toda a área da escola, observando cada local da unidade de ensino e às 10h deu início à reunião, contando com a participação de assessores técnicos da Seed. Ouviu as demandas da comunidade escolar no que se refere à reforma da escola, recursos e falta de servidores.
Ela destacou a importância do encontro, ressaltando que as melhorias, tanto na estrutura da escola quanto na educação, devem ser feitas através de uma construção coletiva. ''Essa reunião foi muito proveitosa. Quanto mais pessoas estiverem discutindo as questões da escola, melhor. É um interesse coletivo, e a educação deve ser feita através do compromisso de cada segmento. Espero que a gente consiga atender às expectativas e dar um andamento o mais célere possível em todas essas questões daqui da escola'', afirmou.

Demandas

Atendendo aos questionamentos dos alunos e professores sobre as necessidades de reforma na escola, a secretária destacou que a infraestrutura da unidade de ensino é boa, mas que necessita de melhorias. O chefe da Engenharia da Seed, Maurício Arce, afirmou que a equipe de engenharia desenvolverá um projeto num prazo de aproximadamente 120 dias, incluindo as demandas apresentadas pela comunidade escolar, como reformas na parte elétrica e hidráulica, reforma no telhado, entre outras melhorias, sendo depois encaminhado para a licitação. O projeto já prevê a reforma da quadra, substituindo a quadra de estrutura metálica por uma com estrutura pré-moldada.
A secretária Hortência Araújo lembrou, ainda, que a Seed definiu uma padronização arquitetônica para todas as escolas da rede estadual de ensino, e que o projeto deve também se adequar a esse padrão. ''A gente quer dar um ambiente adequado e digno para todos'', disse. Ela destacou que a Seed já concluiu a reforma e ampliação de 100 escolas e ainda há 43 em andamento.
Sobre os recursos financeiros e prestação de contas, Hortência Araújo passou a palavra para o chefe da assessoria de Planejamento (Asplan), Aristóteles Gomes de Oliveira, que destacou a situação financeira da escola e apresentou alternativas jurídicas para garantir recursos na escola, por meio do Profin e suprimento de fundos.
Ao ser questionada sobre a falta de servidores, a secretária afirmou que o governo está trabalhando para que o problema seja solucionado o mais rápido possível. Segundo ela, está sendo analisado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) a possibilidade de se fazer um processo seletivo simplificado ou uma terceirização, para que as escolas possam ter mais servidores nos cargos de vigilante, merendeira e executores de serviços básicos. Ela lembrou que atualmente o Colégio Estadual Felipe Tiago Gomes não tem problema com falta de professores.

Importância

Alunos e professores que participaram do encontro destacaram a importância dessa aproximação com a Seed, através de uma reunião com a secretária Hortência Araújo. ''Foi uma reunião que envolveu alunos, pais e toda a comunidade. Essas demandas são uma luta de todos nós e acreditamos que vai surtir muito efeito'', disse o aluno Clayton Dionísio Santos Silva, que é membro do grêmio escolar.
Já o professor de matemática Carlos Anselmo disse que essa reunião foi um grande passo para a melhoria da escola. ''Espero que encontros como esse aconteçam mais vezes, pois é importante ter o diálogo e manter as portas sempre abertas'', afirmou.
A diretora da unidade de ensino, Maria Eldine Pereira, também gostou da reunião com a secretária. ''O encontro foi ótimo porque a secretária pôde compartilhar dos anseios da comunidade escolar'',declarou.
A diretora da DRE-4, Adriana Oliveira, disse que ''a reunião foi importante porque promoveu o contato maior com os alunos e professores. É necessário esse contato para que se construa um projeto mais promissor e possa agilizar a solução dos problemas estruturais e pedagógicos da escola''.

Por Ascom/Seed




Nenhum comentário:

Deixe o seu comentário!

Tecnologia do Blogger.