Meteorologista Overland Amaral (Foto: Ascom/Semarh) -
Dessa terça-feira, 17, até quinta-feira, 19, será de chuva muito intensa em quase todo o Estado de Sergipe por conta do transporte de umidade que os ventos trazem do oceano para o continente formando uma convergência para formação de nuvens mais profundas. A previsão é do Centro de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, que na manhã de hoje já emitiu boletim de alerta para a Defesa Civil por conta da possibilidade de chover de 50 mm a 100 mm e, a depender da localização, chover o dobro e até o tripulo.
Segundo o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, nessa terça-feira as chuvas serão fortes na região Sudoeste, atingindo mais os municípios de Poço Verde, Simão Dias e Tobias Barreto. Deslocando pelo Oeste, atingindo o alto serão, principalmente os municípios de Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Porto da Folha, Poço Redondo e Canindé do São Francisco. 
Nessa quarta e quinta-feira, de acordo com Overland, as chuvas serão mais intensas. Pode chover bastante na região centro sul, principalmente em Lagarto, Simão Dias e Riachão do Dantas. “Haverá alto índice de precipitação pela região sul, em Estância, Santa Luzia do Itanhy, Indiaroba e Cristinápolis, que vai subindo para o alto sertão por ser mais alto e mais quente.
Explica o meteorologista da Semarh que Nossa Senhora da Glória já foi muita atingida na sexta-feira passada e novamente sofrerá com muita chuva nesses três dias por estar localizada a 320 metros de altitude acima do nível do mar, possibilitando a circulação e aceleração do vento na formação de nuvens mais profundas de chuvas.
“Essas chuvas são sempre carreadas por rajadas de ventos e descargas elétricas. É preciso muita atenção e cuidado nesses momentos de chuva. Esse volume de chuva provoca inundações muito rápidas. É preciso que a população não se aproxime de áreas de drenagem e corregos, pela possibilidade de enchentes volumosas trazendo perigo para a população”, alerta.
Revela ainda Overland que nesses três dias os ventos também serão de moderados a fortes, com rajadas de 50 km por hora que podem provocar queda de árvores, descargas elétricas e destelhamentos de prédios e residências. Não estar descartada a ocorrência de eventual queda de granizo.
Informa ainda o meteorologista da Semarh que a média de chuva nesses três dias pode chegar acima de 400 mm em todas as regiões, o que equivale a chuva de mais de cinco meses, uma vez que a média é de 40 a 50 mm no mês de dezembro no Estado de Sergipe.

Por Ascom/Semarh

0 Comentários