O senador Eduardo Amorim começou sua agenda nesta segunda-feira, 16, com entrevistas no programa ‘Linha Direta' na Rádio Cultura AM, com Jairo Alves, e na Liberdade AM, no programa Acontece apresentado por Gabriel Damásio. Dentre os temas foram discutidos problemas na área da saúde, educação, segurança pública e empréstimos por parte do Governo.

Saúde Pública

Questionado sobre a saúde pública e a vinda de médicos estrangeiros para o Brasil, com o Programa ‘Mais Médicos', o senador respondeu que o problema da saúde pública não é só a falta de médicos, mas também pela falta de estrutura e condições de trabalho.
Ouvintes ligaram reclamando da situação da saúde em Sergipe. Hospitais lotados, vários dias na fila para fazer exames e cirurgias. "A situação é complicada. O hospital João Alves não foi feito para atender a essa demanda. Hoje atende tudo, porque não tem um hospital só para tratamento de pessoas com câncer; não tem um hospital para ortopedia e não é por falta de dinheiro para a saúde não é por falta de projeto por parte do Governo do Estado, como está acontecendo com a construção do Hospital do Câncer, tem verba liberada, mas até agora não tem projeto", explica o Senador.

Empréstimos e Proinvest

O apresentador perguntou sobre a polêmica em torno do Proinvest e dos empréstimos do Estado. "Não tem nada mais com o Proinvest. Esse já foi aprovado na Assembleia Legislativa. A polêmica era que os deputados, e com razão, queriam saber em que o dinheiro seria investido e o mesmo até ocorrendo agora com esse novo empréstimo. Sergipe está endividado pelos próximos 20 anos e, isso é muito sério", frisou Eduardo Amorim.

Educação e aumento salarial

"A educação na Finlândia deu um salto nos últimos 10 anos. Temos que verificar países que tem exemplos e tentar trazer as experiências. Sergipe é o menor estado da federação é dá para fazer projetos piloto em várias áreas", explanou Eduardo Amorim acrescentando que "é preciso investir mais em educação".
"O servidor público, seja de qual for a área, precisa ser valorizado. Quanto tempo tem que os servidores não tem reajuste salarial? Reduza os cargos de comissão e o número de secretarias. Sergipe tem mais secretaria do que o estado de São Paulo. Corte gastos, faça economias, para poder investir em saúde, educação, segurança pública", enfatizou.

Segurança Pública

"Segundo pesquisas, Sergipe é o 4º Estado com maior número de homicídios. Todos os dias vocês da imprensa noticiam esses números de pessoas assassinadas e o aumento da violência no Estado. As pessoas estão inseguras. Saúde, educação e segurança pública são os pilares de qualquer governo. Não podemos cruzar os braços e não reclamar de uma situação em que estamos vivenciando. Estou na política para servir, e não posso ficar calado diante de tudo", finaliza Eduardo Amorim.

Por Assessoria Parlamentar

0 Comentários