Foto: Márcio Garcez

Com a proximidade do Carnaval, a demanda de sangue nos hospitais aumenta em média, 30%. Para mobilizar a população, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) está realizando uma campanha destinada à recuperação dos estoques de sangue que segue ao longo desta semana que antecede à festa de Momo.
A necessidade de ampliar o número de doações foi o tema de uma reportagem no programa SE Primeira Edição, da TV Sergipe, nesta terça-feira, 5. Na ocasião, a gerente da Coleta do Hemose, Florita Aquino, relatou que a maior preocupação, é relativa aos tipos de sangue de Rh negativo – A, B, O e Ab, que estão abaixo da quantidade ideal.
“No período de carnaval, o número de transfusões sanguíneas na rede hospitalar aumenta devido às ocorrências de acidentes. É importante que o doador venha fazer sua doação e ajudar as pessoas que estão precisando de transfusões em função de cirurgias e dos diversos tratamentos de saúde”, ressaltou.
Ela avisou que os doadores interessados em contribuir poderão comparecer ao Hemocentro de Sergipe. A unidade funciona normalmente no horário das 7h30 às 17h, de segunda a sexta, e no sábado, das 8h às 12h.
Presentes ao serviço, os doadores Valdevan Oliveira de Jesus, 33 anos, e Wagner Santos da Silva, 25 anos, aproveitaram o período e deram o exemplo, doando sangue. “Esse é um gesto que todos devem praticar. Se todo mundo contribuir um pouco, nunca vai faltar sangue para atender quem precisa nos hospitais”, afirmaram.
Atualmente, o Hemose coleta uma média diária de 80 bolsas de sangue, entretanto a quantidade ainda é insuficiente para restaurar o estoque, que precisa de pelo menos 120 doações por dia.

Funcionamento da coleta de sangue durante o carnaval:

Dia 11 – Segunda-feira - 8h às 12h
Dia 12 – Terça-feira – feriado de Carnaval – fechado
Dia 13 – Quarta-feira - Abre das 13h às 17h

Por Ascom / SES

0 Comentários