Presidente Dilma em Sergipe (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

A presidenta Dilma Rousseff e o governador Marcelo Déda, inauguraram há poucos instantes, a ponte Gilberto Amado. Considerada uma das mais importantes obras estruturantes realizadas nos últimos anos em Sergipe, a ponte liga os municípios sergipanos de Estância e Indiaroba - por meio dos povoados Porto do Cavalo e Terra Caída. Antes da solenidade, Déda e Dilma descerraram uma placa agradecendo a todos os operários que trabalharam na construção.
"A ponte Gilberto Amado não é apenas grande no que ela tem de concreto e extensão. Não é apenas bela. Ela cumpre hoje uma das metas do meu governo que é a integração. Além da beleza, da melhoria na comunicação, eu quero que essa ponte tenha como carga principal a geração de emprego, progresso e paz para o povo de Sergipe", discursou o governador Marcelo Déda.
Dilma, em seu discurso, demonstrou toda a sua admiração pelo governador Marcelo Déda. “Ele fala com a alma de forma clara e mostrando sentimento e paixão. Quem fala dessa forma, são pessoas que são vistas na história da humanidade como especiais, e Déda é especial, pois consegue dizer e fazer”.
A presidenta ressaltou ainda que a ponte Gilberto Amado é a maior ponte fluvial do Nordeste e ainda assegurou que é uma das maiores do Brasil. “Essa é uma visão de presente e de futuro”.
Como chegou a Indiaroba de helicóptero, Dilma teve a oportunidade de conhecer a ponte do alto e observou cada detalhe. “A ponte tem uma paisagem fantástica, o vão central, o estaiamento, dá uma visão de uma coroa. Ela coroa essa paisagem!”.
A ponte Gilberto Amado, segundo Dilma, é resultado do olhar visionário do governador Déda. “Ele está ligando esse país que tem um dos mais belos litorais do mundo. A ponte dá uma grande oportunidade para o turismo”.
Fruto de um investimento superior a R$ 124 milhões, com recursos do Governo Federal, através do Ministério do Turismo e BNDES, e contrapartidas do Governo do Estado, a obra, que cruza o rio Piauí, é atualmente a maior ponte fluvial em todo o Nordeste brasileiro, com 1.712 metros de extensão. E faz parte do projeto do Governo do Estado de promover a integração de todo o litoral sergipano e, num futuro próximo, do litoral nordestino, por via costeira, de Recife a Salvador. A construção da ponte permite a ligação integral Aracaju – Salvador por via costeira, reduzindo a distância entre as capitais, criando um importante eixo rodoviário entre Sergipe e a Bahia e retirando da BR-101 um expressivo número de veículos.

Por Agência Sergipe de Notícias / ASN

0 Comentários