Foto: Lúcio Telles

O maestro Rivaldo Dantas morreu em Aracaju na noite desta sexta-feira (14). Ele estava internado no Hospital de Cirurgia para se submeter a uma intervenção cirúrgica em consequência da diabetes, mas o quadro clínico agravou, evoluindo para o óbito. O corpo do maestro foi velado neste sábado (15), na Igreja Batista e o sepultamento aconteceu, às 10h, no Cemitério São Benedito, em Aracaju. Rivaldo deixa a esposa, quatro filhos e netos.

Foto: Sabor de Pitanga

Rivaldo Dantas nasceu em Maruim e, aos 11 anos de idade, ingressou no então Instituto de Música e Canto Orfeônico de Sergipe na classe de violino. Aos 18 anos, foi residir no Rio de Janeiro, dando continuidade aos estudos musicais. Ali, participou da orquestra sinfônica da Guanabara, da Filarmônicas da Escola Nacional de Música e da Orquestra Juvenil do Teatro Municipal da qual foi fundador.


Em 1967, retornou a Sergipe e atuou em diversos corais. Mas foi em 1976 que o maestro Rivaldo realizou um do seus maiores sonhos: formar alunos da escola pública. E, então, nascia a SecBanda. O que o Maestro não esperava é que a procura fosse grande, na época, mais de mil alunos. Quando foi diretor da Secbanda, o maestro Rivaldo recebeu o Prêmio Arthur Lakschevitz, maior prêmio outorgado pela Associação dos Músicos Batista do Brasil – AMBB, na categoria músico brasileiro. Também foi presidente Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras (CNBF).

Rivaldo Dantas foi durante muitos anos o regente da Secbanda, tendo administrado o Conservatório de Música de Sergipe, período em que foi implantado ali o ensino profissionalizante. O maestro também esteve envolvido na criação da Orquestra Sinfônica de Sergipe, da qual foi regente. Após sua aposentadoria, Rivaldo foi convocado pelo então governador Jackson Barreto para fazer a recomposição da Secbanda, grupo musical mantido pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura. Também criou a “Secbanda Sinfônica”, projeto ao qual se dedicou visando multiplicar o trabalho das bandas de música na rede escolar estadual. 
Em 1976, o maestro Rivaldo fundou a Banda Interescolar da Secretaria de Estado da Educação (SecBanda) formada por alunos das escolas públicas.

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura emite nota de pesar pelo falecimento do maestro Rivaldo Dantas (80), ocorrido nesta sexta-feira, 14 de maio. A Prefeitura de Rosário do Catete também emitiu nota de pesar pelo falecimento do maestro, que fundou a Banda de Música Luiz Ferreira Gomes, daquele município.

Com informações do portal Destaque Notícias

0 Comentários