"Sempre soube que gerir uma cidade, um povo, não seria uma tarefa fácil. Porém, sempre tive em mente que através de uma boa gestão nós podemos mudar a vida de muitas pessoas. Com trabalho sério e dedicação, histórias podem ser transformadas, e é isso que tenho feito”, frisou Ednaldo da Farmácia.

Os desafios de uma boa administração são inúmeros, mas como citou o prefeito Ednaldo, com trabalho sério o resultado pode ser exitoso. Passados os seis primeiros meses de 2020, é oportuno avaliar as conquistas da gestão.


Reformulação financeira

“Ao assumir o cargo tive plena consciência que precisava diminuir ainda mais as despesas do município, porém sem afetar a qualidade dos serviços básicos do povo de Canindé”. 

Assim, a partir de 2018 a fazenda pública municipal iniciou a execução de um plano de ações para contenção de gastos com:

1 Rescisão contratual com as empresas gestoras da Merenda Escolar

A autogestão revogou os contratos com empresas terceirizadas que faziam a merenda escolar, e o próprio município passou a executar esta ação, o que gerou uma economia de R$ 4.440.000,00 (quatro milhões e quatrocentos e quarenta mil reais) aos cofres públicos.

2 Revisão do contrato do Combustível 

Em 2017 foram gastos com combustível R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais). Em 2018, após a revisão do contrato, o valor foi reduzido para R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais). 

3 Rescisão contratual com empresa de limpeza urbana

Outra mudança feita pela autogestão que resultou na redução de gastos, foi a realização do processo seletivo para contratação dos servidores para limpeza urbana. Com a limpeza urbana sendo feita diretamente pelo município obteve-se uma economia de R$1.956.000,00 (um milhão novecentos e cinquenta e seis mil reais).

Rescisão de contratos com aluguéis de imóveis

Em 2017, foram gastos com alugueis e contratação de imóveis R$ 401.280,00. Já em 2018, com a readequação dos espaços existentes das atuais secretarias, o valor foi reduzido para R$ 70.200,00.

Contratação direta do Transportador para Transporte Escolar

Em 2017, foram gastos com empresas terceirizadas do transporte escolar R$ 5.124.000,00 (cinco milhões e cento e vinte e quatro mil reais). Já com a contratação direta do transportador para transporte escolar feita pela autogestão em 2018 o investimento foi de R$ 3.240.000,00 (três milhões e duzentos e quarenta mil reais), obtendo uma economia de R$1.884.000,00 (um milhão e oitocentos e oitenta e quatro mil reais). 

A distribuição de Água por Carros Pipas também sofreu alteração e passou a ser feita diretamente com os Proprietários de Caminhões, gerando uma economia de R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais).

O resultado final da autogestão realizada no ano de 2018 atingiu uma economia total de R$ 12.199.080,00 (doze milhões cento e noventa e nove mil e oitenta reais). 

“Estamos construindo um modelo de gestão pública eficiente e compromissada com o erário público, voltado para melhoria da qualidade de vida do povo canindeense. No entanto, é desafiador para nós conseguirmos administrar um município com tantos passivos deixados por outras gestões”.

Recomposição salarial

A valorização do servidor tem sido um ponto desafiador dessa gestão, que tem tentado manter o pagamento dos salários sempre em dia.

Saúde e Ações realizadas no combate ao Covid- 19

A Secretaria Municipal de Educação junto com o Conselho Municipal de Alimentação Escolar, fez a distribuição de kits de merenda escolar a mais de 6 mil alunos da rede municipal de ensino, por meio dos recursos do FNDE.

Outra ação relevante foi destinação de uma Unidade de Referência para tratar casos específicos da Covid-19, no período oposto ao funcionamento dos postos de Saúde. A ação foi tomada devido ao aumento dos casos de coronavírus no final do mês de maio. A unidade foi transferida para o Ginásio de Esportes Arena Carlos Magalhães.

Outra ação importante foi a criação de uma ala exclusiva para tratamento de pacientes com síndrome respiratória aguda grave acometida com o novo coronavírus dentro do Hospital Municipal Haydee de Carvalho Leite Santos. O local tem 10 leitos, sendo um desses UTI. Além de uma equipe de profissionais específica para atuar na ala. Além disso, a secretaria vem adotando as normas de segurança e prevenção no combate a Covid-19, por meio de equipamentos de proteção e insumos para os profissionais de saúde.

Além dos já citados, durante três vezes na semana acontece a desinfecção dos principais pontos de aglomeração da cidade, assim como dos povoados Capim Grosso e Curituba. Também foram adquiridos lavatórios e colocados em locais estratégicos na cidade para que as pessoas possam fazer a higienização das mãos. Em relação aos EPIs e os insumos, a Secretaria de Saúde fez à aquisição de todos os tipos necessários para uso nas unidades de saúde pelos profissionais e nas ações diárias no município. 

Como medida social para ajudar a mitigar as desigualdades, a secretaria de Assistência Social solicitou à aquisição de 3 mil cestas básicas para serem doadas as famílias carentes. A distribuição das cestas está acontecendo de forma gradativa.

Obras e infraestrutura

Uma das primeiras preocupações da atual administração foi a de cuidar da cidade de Canindé. Os serviços de limpeza municipal e coleta de lixo foram intensificados, além da implantação do sistema coleta seletiva.
A ação tapa-buracos tomou conta das principais ruas e avenidas. Além disso, diversas via e estradas vicinais foram recuperadas.

Agricultura

A agricultura tem uma grande importância para economia da cidade de Canindé. Ciente disso, a gestão do prefeito Ednaldo, não poupou esforços para garantir melhorias para a categoria. A prefeitura deu uma atenção especial para que seus agricultores fizessem parte do programa Garantia Safra do Governo Federal. Desde o início da pandemia da Covid-19, como medida de segurança os dias da feira foram ampliados para três dias, sendo na sexta e sábado na cidade, e no domingo nos povoados. 

“Apesar das dificuldades, estamos fazendo um bom trabalho. Mas, aproveito para ressaltar que o município de Canindé de São Francisco vem sofrendo nos últimos anos com a perda de receita. Situação essa agravada ainda mais nesses últimos três anos. Infelizmente, nos últimos 20 anos os gestores (prefeitos) que passaram pela Prefeitura não tiveram a preocupação de preparar o Município para uma situação de sustentabilidade”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

0 Comentários