COLUNA DESTAQUE

Professor de Maruim é o novo imortal da Academia Sergipana de Cordel



O professor das redes públicas de Maruim e do Estado, Luiz Eduardo Bittencourt da Silva, foi empossado como imortal na recém-criada Academia Sergipana de Cordel. A posse ocorreu na última quarta-feira, 19, no Museu da Gente Sergipana, em Aracaju/SE. Professor Eduardo ocupa a cadeira nº 33, cujo patrono é Pedro Armando dos Santos.
Nascido em 7 de setembro de 1965, em Maceió/AL, Luiz Eduardo Bittencourt da Silva, reside em Maruim há mais de quinze anos. Sua vida escolar foi iniciada no Grupo Escolar Poeta Garcia Rosa. O antigo primeiro grau (atual ensino fundamental) foi concluído no Colégio Estadual Presidente Garrastazu Médici, e o antigo segundo grau (atual ensino médio) foi cursado no Colégio Atheneu Sergipense e no Gonçalo Rollemberg. Todas as escolas da rede estadual e localizadas na capital sergipana, Aracaju. Na sua nova etapa de ensino, passou a estudar o curso de magistério no Colégio Estadual Felipe Tiago Gomes, em Maruim/SE. Graduou-se em História pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e fez Especialização em Educação e Gestão, pela Faculdade Pio Décimo.
Luiz Eduardo Bittencourt da Silva também é autor do livro "Maruim mais Bela”, lançado em 2014, que retrata em versos a história da menina Bela, que foi assassinada por acidente, quando um soldado manuseava uma arma de fogo em Maruim. Em 2015, lançou seu segundo livro “Gritos de liberdade”, que retrata a fuga de uma escrava, que transmite desejos de liberdade, sentimentos e dores. A obra também aborda a trajetória do índio, que contribuiu para miscigenação do povo brasileiro.
Em 2015, professor Eduardo foi agraciado com o Prêmio Vip de Educação Superior, organizado pela Revista Educação Superior Nordeste e pelo Jornal Coerente. O prêmio foi resultado de uma pesquisa realizada entre 200 acadêmicos de duas universidades e de quatro faculdades sergipanas.

A Academia Sergipana de Cordel

A Academia Sergipana de Cordel, presidida pela professora Isabel Nascimento, e conta com 37 cadeiras, e tem como patrono João Firmino Cabral, referências do cordel não só em Sergipe, mas em todo o Brasil.

Os cordelistas empossados:

CADEIRA 01
PATRONO – JAIRTON PINHEIRO DE ANDRADE
ACADÊMICO – José Marciano dos Santos (Zezé de Boquim)

CADEIRA 02
PATRONO – JOSÉ DE CARVALHO DÉDA
ACADÊMICO – Gilmar Ferreira

CADEIRA 03
PATRONO – LUIZ ANTÔNIO BARRETO
ACADÊMICO – Pedro Amaro do Nascimento

CADEIRA 04
PATRONO – CLODOMIR DE SOUZA E SILVA
ACADÊMICO – Alda Santos Cruz

CADEIRA 05
PATRONO – JOÃO RODRIGUES
ACADÊMICO – Ronaldo Dória Dantas

CADEIRA 06
PATRONO – ROQUE SALVADOR
ACADÊMICO – José Aparecido Santos Souza

CADEIRA 07
PATRONO – ALUÍSIO DANTAS DE OLIVA
ACADÊMICO – Maria Salete da Costa Nascimento

CADEIRA 08
PATRONO – ABDIAS BATISTA E SILVA
ACADÊMICO – Everardo de Sena e Silva

CADEIRA 09
PATRONESSE – JOSEFA MARIA DOS ANJOS
ACADÊMICA – Ana Santana do Nascimento

CADEIRA 10
PATRONO – LUIZ DA CÂMARA CASCUDO
ACADÊMICA – Izabel Cristina Santana do Nascimento

CADEIRA 11
PATRONESSE – BENTA CORDEIRO DE ALMEIDA
ACADÊMICO – Manoel Elielson Cordeiro De Jesus

CADEIRA 12
PATRONO – ZÉ ARACAJU
ACADÊMICA – Alaíde Souza Costa

CADEIRA 13
PATRONESSE – SÁ MARTINHA DO SABÃO
ACADÊMICA – Daniela Bento Alexandre

CADEIRA 14
PATRONO – MANOEL BELMIRO
ACADÊMICO – Anderson Dussantos

CADEIRA 15
PATRONO – SÁTYRO XAVIER BRANDÃO
ACADÊMICO – Jorge Henrique Vieira Santos

CADEIRA 16
PATRONO – MANOEL D’ALMEIDA FILHO
ACADÊMICO – Antônio Eduardo Fiscina Oliveira Júnior

CADEIRA 17
PATRONESSE – MARIA DAS NEVES BATISTA PIMENTEL
ACADÊMICA – Mariana Celestina Felix Bezerra

CADEIRA 18
PATRONO – RODOLFO COELHO CAVALCANTE
ACADÊMICO – Massilon Ferreira da Silva

CADEIRA 19
PATRONESSE – GIZELDA SANTANA MORAIS
ACADÊMICO – Wagner Gonzaga Lemos

CADEIRA 20
PATRONO – SÍLVIO VASCONCELOS DA SILVEIRA RAMOS ROMERO
ACADÊMICO – Antônio Batista Júnior

CADEIRA 21
PATRONO – ARIANO VILAR SUASSUNA
ACADÊMICO – José Matheus de Souza Santos

CADEIRA 22
PATRONO – LEOPOLDO MOREIRA DE ANDRADE
ACADÊMICO – Aumir Ribeiro dos Santos

CADEIRA 23
PATRONO – LUIZ CAETANO SILVA
ACADÊMICO – Manoel Belarmino dos Santos

CADEIRA 24
PATRONO – ALCINO ALVES COSTA
ACADÊMICA – Quitéria Gomes Pereira

CADEIRA 25
PATRONESSE – CLEMILDA FERREIRA DA SILVA
ACADÊMICO – Flávio Américo Tonnetti

CADEIRA 26
PATRONO – MÁRIO CABRAL
ACADÊMICO – Evergisto Socorro de Souza (Tito Souza)

CADEIRA 27
PATRONO – LEANDRO GOMES DE BARROS
ACADÊMICO – Thiago Barbosa Santos

CADEIRA 28
PATRONO – JOSÉ DA SILVA RIBEIRO FILHO
ACADÊMICO – Edvaldo Ventura da Silva

CADEIRA 29
PATRONO – ZACARIAS (SEVERINO) JOSÉ
ACADÊMICA – Daiene Sacramento de Jesus

CADEIRA 30
PATRONO – LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO
ACADÊMICO – Anderson Oliveira dos Santos

CADEIRA 31
PATRONO – ANTÔNIO GONÇALVES DA SILVA (PATATIVA DO ASSARÉ)
ACADÊMICO – José Sérvulo Sampaio Nunes

CADEIRA 32
PATRONO – JOAQUIM JOSÉ BESERRA
ACADÊMICA – Ana Maria Santos

CADEIRA 33
PATRONO – PEDRO ARMANDO DOS SANTOS
ACADÊMICO – Luiz Eduardo Bittencourt da Silva

CADEIRA 34
PATRONO – VALERIANO FÉLIX DOS SANTOS
ACADÊMICO – Givaldo Costa Silva

CADEIRA 35
PATRONO – AUGUSTO LAURINDO (O TROVADOR COTINGUIBA)
ACADÊMICA – Nilza Francisca do Nascimento

CADEIRA 36
PATRONO – ENÉIAS TAVARES SANTOS
ACADÊMICO – Genison Pinto Santos

CADEIRA 37
PATRONO – JOSÉ PACHECO DA ROCHA
ACADÊMICO – Agnaldo dos Santos Silva

Por Redação com informações da Secult/SE
Fotos: Divulgação

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Tecnologia do Blogger.